Decote do vestido de noiva

Tipos de decote para vestido de casamento: saiba como escolher o ideal

Existem diversos fatores que fazem com que um vestido de noiva fique perfeito em seu corpo. Um deles é pesquisar entre todos os tipos de decote e encontrar aquele que mais favorece seu biotipo.

Fazer uma boa escolha do decote é importante porque ajuda a trazer mais harmonia ao visual, justamente por valorizar a região do busto e chamar atenção para as partes de cima do corpo, como o rosto. Além disso, faz com que você se sinta muito mais bonita e pronta para subir ao altar com a autoestima lá em cima.

Neste post, vamos apresentar as características dos principais tipos de decote e mostrar como esse detalhe é importante para que você encontre o vestido dos seus sonhos. Não perca!

Qual tipo de decote escolher?

Organizar um casamento envolve fazer diversas escolhas, seja para a decoração, para o local da celebração, para o look, entre várias outras questões. Por isso, é normal sentir-se um pouco sobrecarregada e ter várias dúvidas enquanto faz as pesquisas.

Durante a escolha do vestido de noiva, muitos pontos são levados em consideração, como o tecido, o corte, o modelo, os adereços e o tipo de decote. Esse último garante tanto a sustentação da peça em seu corpo, como ajuda a enfatizar seus melhores traços.

Por isso, assim como todos os outros detalhes do vestido, o tipo do decote também é uma decisão importante que precisa ser feita depois de considerar alguns aspectos. A seguir, vamos mostrar para você os principais modelos. Confira!

Decote em V

Esse modelo certamente é um dos mais conhecidos entre as mulheres. Seus traços delineiam os ombros e chegam ao busto em um ângulo pequeno, o que faz com que esse decote se pareça com a letra V.

Seu formato ajuda muito quando o objetivo é alongar a silhueta, pois ele traz a impressão de um pescoço mais longo, deixa parte da clavícula em exposição e ainda tem um acabamento sutil na região dos seios.

Por isso, ele é muito indicado para pessoas que têm os ombros mais largos ou que querem disfarçar alguns quilinhos — geralmente, as que apresentam o biotipo triângulo invertido (ombros mais largos que o quadril e cintura pouco definida) ou oval (cintura levemente mais larga que os ombros e o quadril).

Ele também colabora para dar um pouco mais de impressão de altura para as mulheres mais baixinhas. Além disso, o decote em V combina com diversos cortes de vestidos, o que possibilita uma gama variada de opções para a noiva escolher.

Decote em U

O decote em U parece-se com o V. No entanto, ele tem a base mais arredondada. Sendo assim, em vez de chegar à região do busto com uma angulação menor, ele a suaviza — contudo, é ainda mais profundo que o modelo redondo.

Por isso, esse é um modelo muito associado ao estilo romântico. Não é à toa que ele tem tudo a ver com vestidos de casamento, pois consegue trazer um toque de “o amor está no ar” para a peça e para a noiva.

Ele pode ser usado tanto com alças quanto com mangas. Além disso, assim como o decote anterior, é bem versátil no que diz respeito a combinações de cortes de vestidos, o que dá liberdade à noiva e ao estilista para ousar bastante nas ideias. Também cai bem com praticamente todos os tipos de corpo, portanto é uma ótima alternativa para todas as mulheres.

Quadrado

O modelo quadrado pode ser descrito como aquele que deixa uma linha reta na parte do colo. Por esse motivo, é muito comum que seja produzido com alças finas, mas nada impede de colocar mangas no modelo.

Essa linha horizontal é uma ótima maneira de atribuir mais charme ao vestido e ainda dar um toque extra de elegância. Ainda é ótimo para disfarçar seios muito volumosos — embora também fique ótimo com o busto pequeno ou médio — ou o quadril muito largo. Por conta disso, ele é indicado para mulheres que têm os ombros mais largos, seja do biotipo triângulo invertido, oval ou ampulheta (cintura bem definida, com ombros e quadris praticamente paralelos).

Redondo

Já o decote redondo assemelha-se bastante ao U, porém é mais fechado. Sendo assim, ele atribui mais discrição ao vestido e fica muito bem com mangas longas, principalmente se tiver um adereço extra, como as costas abertas.

Assim como o decote em U, ele combina com praticamente todos os biotipos. Por essa razão, equilibra a silhueta e oferece diversas alternativas de saias e possibilidades de adereços, como renda, bordado, tule, entre outros.

Barco

O barco também tem um formato curvo e é um pouco mais sério que o decote redondo e U. Sua curvatura segue logo abaixo do pescoço, dando uma maior cobertura ao busto. Por conta dessa característica, ele é indicado para pessoas que têm os ombros mais estreitos, como quem faz parte do biotipo pera (quadris mais largos que os ombros).

Além de disfarçar os quadris, esse modelo dá ênfase no pescoço e na nuca, combinando perfeitamente com penteados presos, como coques, rabos de cavalo etc. A cintura também ganha uma boa definição com esse modelo, principalmente se a saia for bem definida e arredondada.

Frente única

A frente única, diferentemente dos outros modelos, não é um decote para a parte frontal do corpo. Na verdade, a ideia é que as costas fiquem livres de tecido, apenas com tiras no pescoço para sustentar toda a peça. Com isso, ele traz uma sutil sensualidade ao look, sem parecer forçado ou exagerado, junto de uma maior sofisticação.

Além de poder ser combinado com outros detalhes, o modelo frente única ajuda a disfarçar os ombros e valoriza o busto. Ele também cai muito bem com pessoas mais altas, justamente por delinear bem as costas, trazendo um desenho à silhueta.

Independentemente dos modelos disponíveis, a escolha entre tipos de decote deve considerar não apenas biotipo e corte do vestido, como também o estilo da noiva. Por isso, priorize suas preferências de moda e selecione uma opção que atenda às suas expectativas. Assim, você tem tudo para se sentir ainda mais linda e preparada para seu grande dia.

Gostou deste post? Então, siga a nossa página do Facebook e fique por dentro das nossas novidades!

Nenhum Comentário

Comentar

×