Veja com qual tipo de cerimônia o vestido de casamento com tule combina

O vestido de casamento com tule é um sonho para muitas noivas. Nada mais natural, já que ele traz muita sofisticação consigo e pode ser usado de diversas maneiras.

Ainda assim, é bom destacar que, mesmo com tanta versatilidade, ele combina com alguns biotipos (além de ser comumente usado em alguns tipos específicos de cerimônia).

Se você quer entender um pouco melhor o assunto, então está no lugar certo. Leia este artigo até o final e informe-se sobre o tema. Vamos lá?

Afinal, qual é o diferencial de um vestido com tule?

O tule é um tecido clássico quando o assunto são os vestidos de noiva — e prova disso é que é famoso por arrebatar o coração de várias delas. Ainda assim, ele consegue agradar ainda mais aquelas que sonham com uma cerimônia mais romântica e moderna, já que traz esse tipo de sentimento consigo.

Como o tecido é leve, ele tem facilidade em conferir um bom caimento e, em casos específicos, criar as famosas saias princesas. A sua versatilidade faz com que possa ser usado de diversas maneiras nos vestidos. Esse aspecto pode parecer despretensioso, mas faz com que o modelo se adeque a vários tipos de casamento, indo do mais simples ao mais elaborado.

Isso significa que, além das tradicionais saias no estilo princesa que compartilhamos acima, o tecido pode ser explorado de várias formas. Todos esses detalhes fazem com que ele seja utilizado nos mais diversos tipos de cerimônia (com uma aceitação ainda maior para aquelas ao ar livre, como na praia).

Para fechar, vale destacar que esse tipo de tecido é atemporal e é uma pedida acertada para quem ainda não decidiu o modelo para o grande dia. Caso não queira um modelo do tipo princesa, lembre-se que o tule pode ser explorado em alguns detalhes do vestido, como com transparências no colo, no decote, nas mangas ou ainda em várias outras oportunidades.

Quais são os tipos de tule existentes?

Antes de escolher o vestido de casamento com tule, é importante conhecer quais são os tipos de tecido existentes. Veja alguns que elencamos especialmente para você a seguir.

Tule ilusion

Esse é o modelo mais comum de tule, pois apresenta mais resistência e, justamente por isso, suporta bordados mais pesados e elaborados. Quando você encontra um vestido em que existe aplicação de renda e/ou pedrarias bordadas, pode saber que é nesse tipo de tecido.

É muito comum que esses procedimentos sejam feitos no próprio tule, já que eles não trazem o mesmo efeito quando são aplicados no vestido. Como o tule promove a sensação de transparência, esses detalhes ganham mais destaque. A ideia aqui é explorar o tecido como uma segunda pele para realizar aplicações, pois ele fica praticamente imperceptível.

Tule francês

Esse é um tipo de tule mais volumoso e muito utilizado para as saias com o estilo princesa que adiantamos. Nesse caso, ele pode ser aplicado em uma ou várias camadas para que o vestido fique ainda mais armado — tudo depende da preferência e do desejo da noiva. Além disso, esse modelo também costuma ser usado para véus e mantilhas.

Tulão

O tulão tem o uso mais comum por baixo do vestido, então o seu principal objetivo é dar mais volume e deixar as saias mais armadas. Pode ser que você pense que essa é uma função do tule francês, mas pense que esse modelo é usado por dentro, para estruturar o vestido, enquanto o francês é explorado na composição de saias mais abertas.

Tule point d’esprit

Também conhecido como “tule de bolinhas”, esse tecido é muito usado por noivas que procuram algo mais delicado e romântico. Além da renda, o tule point d’esprit representa uma alternativa para comunicar as mesmas ideias.

Os tecidos aqui podem ter desenhos, estampas, padrões e texturas que costumam ser usados nas saias para conferir um aspecto diferenciado para o vestido. Ainda assim, também podem ser explorados nas mangas como uma substituição à renda.

Tule de seda

Para fechar, não poderíamos deixar de falar do tule de seda. Esse modelo é mole e delicado — o que representa uma ótima opção para noivas que querem seguir com o tule, mas sem volume. A opção de seda proporciona um caimento mais fluido que agrada muitas mulheres.

Que cuidados adotar com o vestido?

Se você quer um vestido de casamento com tule, então pode ser que esteja se perguntando se ele envolve algum tipo de cuidado especial, não é mesmo? A resposta para esse questionamento é SIM!

Para começar, tenha sempre em mente que estamos tratando de um material delicado, então é importante evitar bordados elaborados em excesso ou, ainda, acessórios que podem enroscar no vestido.

Como você já sabe, é muito comum o uso do tule para as saias do vestido e, de forma complementar, algumas noivas gostariam ainda que elas tivessem cauda. Nesse caso, é importante optar por um modelo removível, pois como o tecido é muito delicado, essa é uma forma de preservá-lo.

Além disso, é bom considerar o biotipo da noiva. Muito embora o tecido possa ser usado com aplicações diferentes, o tule costuma alargar a silhueta por conta do volume próprio, então analise com calma o seu corpo e como gostaria de estar (e se sentir) no seu grande dia. Seguir com um modelo personalizado pode ser a melhor alternativa, já que assim fica mais fácil encontrar algo que atenda ao seu desejo e leve em conta as especificidades do seu corpo.

Depois de ler este artigo e entender o que considerar para um vestido de casamento com tule, esteja atento e procure alguém especializado para atender seus desejos. Você vai perceber que fica bem mais fácil construir o modelo dos sonhos com alguém que entende do assunto e sabe o que considerar nesse momento único da sua vida.

Caso ainda não conte com um estilista, entre em contato conosco. A Emannuelle Junqueira é um dos principais nomes no mercado da moda e conta com um time de especialistas preparado para atender você.

Nenhum Comentário

Comentar

×