Vestido de noiva de renda: quais os tipos e como escolher o seu!

Um dos momentos mais emocionantes e que mais causa dúvidas durante os preparativos do casório é a escolha do vestido perfeito. Muitas vezes a mulher não sabe ao certo o que quer e acaba se apaixonando por todos os modelos. Nesse sentido, para ajudar você nessa missão, mostraremos um pouco sobre o vestido de noiva de renda.

Esse estilo é um clássico que nunca sai de moda. Por isso, é super versátil e pode ser usado tanto em cerimônias mais tradicionais, quanto naquelas mais modernas. Além disso, o look de renda pode ir do simples até algo muito luxuoso. Tudo dependerá do seu gosto e do que está disposta a gastar nessa importante fase do planejamento.

Você ainda está na dúvida se usará um lindo modelo de renda para o tão sonhado dia do sim no altar? Não se preocupe! Estamos aqui para auxiliá-la nessa missão. Dessa forma, continue a leitura do post, descubra algumas características desse incrível estilo e veja se ele se encaixa ao seu perfil. Acompanhe!

Conheça as principais características do vestido de noiva de renda

O vestido rendado sempre esteve entre os preferidos das noivas. Isso se deve ao romantismo, à delicadeza, à suavidade e ao ar sofisticado da peça. A renda pode ser usada tanto na composição completa do look, quanto em apenas alguns detalhes. Além disso, esse tipo de tecido cai bem nos mais variados estilos de roupas de noiva.

Para entender um pouco mais sobre esse vestido, mostraremos algumas características da renda. Veja só!

Tipos de renda

O mercado da moda oferece inúmeros tipos de renda. Assim, o tecido pode ser bordado, rústico, clássico, moderno, entre outros. As cores para a cerimônia matrimonial também podem variar, as quais vão do branco ao marfim.

Dessa forma, listaremos alguns tipos de renda. Descubra qual faz mais o seu estilo:

  • renda chantilly: é a queridinha das noivas e também uma das mais caras. Ela recebe toda essa atenção por ser fina, delicada e por ter um toque bem suave. É perfeita para aqueles vestidos leves, com transparência e com caimento;
  • renda soutache: ela é composta por desenhos em alto-relevo, os quais são feitos com o fio soutache. Por ser uma renda mais pesada, é ideal para vestidos mais justos e sem caimento;
  • renda guipure: é bem trabalhada e tem o fundo vazio. Ela é muito usada para fazer apliques, mas nada impede que o seu vestido seja completamente feito com esse tecido. Saiba que será uma ótima opção, caso queira se casar usando um modelo curto;
  • renda 3D: essa renda proporciona a impressão que os detalhes estão saindo do vestido. Geralmente, são feitas aplicações de flores ou folhas em um tule;
  • renda alençon: é uma verdadeira obra de arte feita com fios finos e grossos, os quais compõem detalhes florais em um fundo com transparência. Apesar de ser mais simples e delicada, pode ser usada nos mais variados modelos de vestidos;
  • renda renascença: se você deseja se casar com uma renda com característica brasileira, aposte nessa! É composta por desenhos com formas geométricas ou arabescos. Ela dispensa o bordado por causa da sua riqueza de detalhes;
  • renda richelieu: ela é marcada por um estilo rústico, pois a sua composição tem um aspecto mais duro. É Ideal para fazer apliques nos vestidos;
  • renda ponto suíço: um estilo ainda pouco usado, mas que começa a invadir esse mercado. Lembre-se de que não é recomendável usá-la no vestido inteiro, apenas em alguns detalhes, como na mantilha.

Tecidos e fios

Devido a sua versatilidade, a renda pode ter diversas composições. As mais comuns para vestidos de noiva são a seda e o poliéster. Sendo, em regra, a primeira mais macia e delicada que o segundo. A sua composição também pode conter o algodão e o cetim. Tudo dependerá do tipo de renda escolhido por você.

Outro detalhe de grande importância são os fios dos desenhos, os quais podem variar bastante. Assim, se deseja algo mais extravagante para o grande dia, pode apostar em fios de ouro e prata. No entanto, caso sonhe com algo mais discreto, mas que não perca a elegância e a sofisticação, poderá optar por fios de linho, poliéster, algodão, entre outros tipos de fibras.

Formato do vestido

Como já foi mencionado, a renda aceita vários modelos de vestidos. Apenas deverá ter atenção ao seu estilo e ao tipo do tecido. Afinal, não será nada legal utilizar uma renda pesada em um modelo com caimento, não é mesmo?

Assim, os vestidos de renda para noivas podem assumir os seguintes formatos: princesa, sereia, boho, evasê, tomara que caia ou com mangas e podem ou não ter cauda. Além disso, são perfeitas para as roupas dos mais variados tamanhos.

Aprenda a escolher o vestido perfeito de acordo com o seu estilo

A escolha do vestido de noiva de renda perfeito precisa combinar com o seu gosto e com o estilo da sua cerimônia matrimonial. Assim, se você busca por algo mais moderno, aposte em modelos mais justos e invista na renda renascença por exemplo, pois as suas formas geométricas fogem um pouco do tradicional.

Nesse sentido, outros modelos que ficarão ótimos são o boho (perfeito para casamento durante o dia, com decoração boho chic) e o sereia, o qual é ideal para cerimônias em igreja, na praia ou no campo, realizadas de dia ou a noite.

Por outro lado, se você é daquelas noivas que não abrem mão do clássico e do romântico, aposte em rendas leves, como a chantilly, e invista em modelos estilo princesa, evasê (também conhecido como corte A) ou o encantador imperial.

Como visto, o vestido de noiva de renda consegue atingir um grande público. Seja qual for o seu estilo, é certo que encontrará o tecido que se encaixa perfeitamente ao modelo. Dessa forma, escolha algo que se pareça com você e que, ao mesmo tempo, combine com a decoração da cerimônia. Depois, é só aproveitar todo o encanto do grande dia!

Gostou de aprender um pouco mais sobre o universo dos vestidos de renda? Então curta a nossa página no Facebook e siga a gente no Pinterest e no Instagram para ter acesso a outros ótimos conteúdos.

Nenhum Comentário

Comentar

×