Elopement Wedding: saiba mais sobre a cerimônia a dois

Uma festa de casamento com pompa já foi o sonho de muitas noivas de plantão. Embora esse ainda seja o desejo de muitos casais, não dá para negar que muitas coisas mudaram nos últimos anos  e uma delas foi o tipo de celebração.

Hoje, muitas pessoas apostam no Elopement Wedding como uma alternativa mais intimista para casar apenas a dois. A tendência vem ganhando cada vez mais força, mas muitas pessoas ainda não entendem sobre o que seria e como se preparar para um casamento desse tipo.

Se você quer entender mais sobre a alternativa, então não deixe de ler este artigo até o final. Vamos juntos mais uma vez? 

O que é o Elopement Wedding, afinal?

Se você está se perguntando o que seria esse tipo de casamento, então não se preocupe, pois vamos explicar. O Elopement Wedding é um tipo de celebração a dois em que só os noivos e o celebrante participam. De um modo geral, isso acontece em um destino escolhido a dedo e que seja muito romântico.

A palavra “Elope” vem do inglês e significa “fugir”, o que tem forte relação com a proposta desse tipo de casamento. Na verdade, a criação do termo surgiu para explicar quando uma mulher abandonava o marido para fugir com o amante. É claro que tudo foi adaptado. Já há alguns anos o conceito serve para se referir a parceiros que fogem para se casar (seja secretamente ou com um número limitado de convidados).

Sabendo disso, fica mais fácil entender o que Elopement Wedding significa, não é mesmo? Trata-se de uma união mais espontânea, fugindo das tradições e dos modelos usuais. Essa é uma forma de organizar tudo sem muito estresse.

Como preparar uma celebração desse tipo?

Agora que você já sabe o que é Elopement Wedding, pode ser que esteja se perguntando como preparar um casamento desse tipo. Para facilitar o seu trabalho, veja abaixo alguns aspectos que devem ser considerados.

Pense no local e na data

Nesse tipo de casamento, os noivos podem sonhar com qualquer data e local que consigam viabilizar (seja um destino nacional ou internacional). Ainda assim, é bom considerar detalhes do lugar escolhido, como períodos de chuva e boas épocas para estar por lá.

Se você pensa que isso é bobagem, então pense como pode ser frustrante estar na Tailândia ou na Finlândia no período de monções? Para quem não sabe, essa é uma época de chuva intensa em várias regiões desses países. Esse aspecto pode soar despretensioso em um primeiro momento, mas pode destruir muitos planos, não é mesmo?

Converse com a família e explique a escolha

Comunicar essa decisão para a família nem sempre é tarefa fácil, e as pessoas podem reagir de formas bem diferentes. Alguns acabam ficando um pouco chateados e deixam claro que gostariam de fazer parte desse momento.

Uma alternativa para evitar qualquer ruído ou complicação é conversar com os pais com antecedência e explicar a escolha. Acredite: essa é uma forma de tornar tudo mais fácil! 

Conte com a ajuda de um cerimonial

Organizar um casamento sem convidados é consideravelmente mais fácil, mas fazer isso em outro lugar torna tudo um pouco mais complicado (principalmente se for em outro país). A contratação de um cerimonialista local pode tornar tudo mais fácil, já que ele  conhece vários detalhes sobre a região e pode considerar o perfil de cada casal.

Somado a isso, lembre-se de que você precisará da ajuda desse profissional para organizar alguns “procedimentos”, como tempo para se arrumar, para as fotos e para comer (um brunch ou jantar). Essa contratação pode ajudar muito nesses aspectos!

Opte por um celebrante especializado nesse tipo de cerimônia

Contratar alguém para celebrar esse momento também é muito importante e merece cuidado. Nada mais natural, já que essa escolha tem uma relação direta com o sucesso da cerimônia. Então, não deixe de dedicar um tempo para isso.

Converse com o cerimonialista e procure por alguém que seja especializado nesse tipo de celebração, pois esse é outro aspecto que faz a diferença. Pense que o profissional já sabe o que esse perfil de noivos normalmente procura, o que falar e qual o tempo ideal para a cerimônia. 

Considere os locais adequados

Embora muitas pessoas deixem esse ponto passar despercebido, existem locais adequados para um casamento a dois. É claro que os noivos podem escolher o que preferirem, mas optar por lugares que tenham preparo e estrutura é muito importante  e essa escolha pode descomplicar muitas outras questões.

Além disso, lembre-se de pensar em um local que seja do agrado do casal, mas que também conte com paisagens de tirar o fôlego. Esse aspecto ajuda a garantir boas fotografias e lembranças incríveis!

Escolha o vestido dos sonhos

Usar um lindo vestido de noiva é o sonho de muitas mulheres (inclusive, ele também deve ser escolhido com cuidado para um Elopement Wedding). Nada mais natural, já que essa é uma das melhores maneiras de se sentir deslumbrante em um dia especial! 

Procure por algo que tenha a ver com o seu perfil pessoal e com o que você planeja para esse dia. Se vai casar em um lugar paradisíaco e/ou na praia, pode apostar em algo mais leve (como a renda). Por outro lado, se prefere algo mais formal, pode escolher outro perfil de vestido, que seja mais trabalhado.

O interessante aqui é considerar o que é desejo da noiva e como o vestido combinará com o tipo de cerimônia que será celebrada. 

Contrate um fotógrafo e/ou um cinegrafista

Uma experiência desse tipo merece ser registrada em grande estilo, então, não abra mão de um fornecedor que documente tudo! As fotos e vídeos ajudam muito a se lembrar desse momento de forma carinhosa depois que tudo tiver acontecido. Ah, e tem mais: essa é uma forma de compartilhar o momento com os familiares e amigos que não estiveram presentes.

Depois de ler este artigo e entender como funciona um Elopement Wedding (e como ele pode ser uma ótima alternativa), não deixe de considerar essa opção de casamento. Essa é uma maneira de celebrar o momento em grande estilo e sem os estresses que uma festa de casamento tradicional envolve.

Se você quer continuar se informando sobre os tipos de casamento, aproveite para ler nosso artigo sobre quais são as diferenças marcantes do casamento real na Inglaterra

Nenhum Comentário

Comentar

×