Casamento intimista! Descubra agora o que é mini wedding

As propostas de casamento têm passado por várias transformações. Prova disso é que algumas opções ganharam muita força nos últimos anos. Entre as mais comuns estão o elopement wedding (casamento apenas para os noivos), destination wedding (casamento em um local específico) e mini wedding.

Esse é mais um exemplo de que o casamento pode seguir o desejo e estilo de vida de cada pessoa — o que é tudo de bom! É claro que os modelos tradicionais continuam existindo e arrebatando corações, mas as alternativas chegaram para somar e atender casais de forma personalizada.

Neste post vamos tratar de todos os detalhes sobre o que é mini wedding. Se você ficou com vontade de entender melhor o assunto, está no lugar certo. Vamos juntos nessa?

Afinal, o que é mini wedding?

Em tradução literal, o mini wedding é um minicasamento. Para ser enquadrado nessa característica ele precisa contar com um número máximo de 100 convidados. A ideia é promover uma cerimônia mais intimista e marcada por muita proximidade entre os noivos e demais envolvidos.

Se você sonha em aproveitar a companhia dos convidados, essa pode ser uma ótima alternativa. Isso porque o momento acaba se transformando (na maioria das vezes) em um almoço ou jantar entre amigos e familiares — o que pode tornar a ocasião ainda mais especial!

E tem mais: como o número de convidados é bem reduzido (alguns chegam a ter apenas 30, por exemplo), existe a possibilidade de tornar a celebração mais aconchegante. Isso porque os noivos podem escolher muitos lugares para esse tipo de evento. Alguns casais procuram a casa dos pais, restaurante preferido ou outros espaços significativos.

Para fechar, não poderíamos deixar de trazer outra característica desse tipo de casamento: a economia. Como existem menos convidados, é natural que os gastos também sejam menores. Somado a isso, os noivos podem colocar a mão na massa e fazer alguns detalhes — um ponto que pode tornar o momento ainda mais especial e econômico.

Ainda assim, é bom deixar claro que essa não é uma regra. Algumas pessoas preferem investir no que existe de melhor no mercado para o seu minicasamento, apostando em serviços e produtos mais exclusivos e diferenciados. 

Como organizar um mini wedding?

Depois de descobrir o que é mini wedding, pode ser que você tenha se encantado com a ideia sem saber por onde começar. Pensando nisso, listamos algumas dicas úteis para organizar esse tipo de evento.

Escolha um lugar charmoso

Como a lista de convidados é reduzida, o mini wedding conta com a facilidade de poder ser feito em locais menores. Como adiantamos, pode ser na casa de algum amigo, em uma pousada na praia, em um sítio ao ar livre ou até em um restaurante charmoso. Tudo depende do estilo dos noivos.

Para manter o charme, uma dica é procurar um espaço intimista e que dê aquela sensação de estar “recebendo em casa”. Assim, fica mais fácil proporcionar a sensação de que o casamento é mesmo personalizado e exclusivo.

Foque em uma lista com pessoas muito especiais

Uma cerimônia íntima conta com a facilidade de chamar apenas quem tem muito contato com o casal. Isso costuma restringir a lista apenas para a família e amigos mais próximos, mas também traz desafios.

Com um espaço menor é necessário ser ainda mais restritivo na escolha. A vantagem desse modelo é que não precisa chamar namorado de amigo e crush de ninguém. Ou seja, fica mais fácil cortar esse tipo de pessoa e contar com a compreensão dos convidados.

Invista tempo na escolha da comida e bebida

A tendência é que grande parte dos convidados tenha tido contato antes do casamento, então pode ser que a festa se prolongue. Isso é esperado em eventos intimistas, mas é fundamental fazer um planejamento para que não falte comida e bebida.

Quando o assunto é comida, uma boa escolha é apostar em finger foods e porções individuais. Algumas opções temáticas também costumam fazer sucesso, como o  cardápio japonês. No que tange as bebidas, procure variar as alternativas pensando no que agradaria mais seus familiares e amigos.

A mesa de bolos também pode ser diversificada nesse tipo de casamento. É comum encontrar pequenos exemplares com vários sabores, mas essa não é uma limitação.

Aposte no DIY para a decoração

A decoração deve ser planejada com capricho e com o objetivo de surpreender os convidados. O DIY (Do It Yourself — Faça Você Mesmo) é uma excelente alternativa. Os noivos podem explorar fotos que contem a história do casal, investir em flores e criar uma iluminação com ar romântico.

Uma dica é procurar alternativas de decoração na internet (há várias imagens e tutoriais nas redes sociais) e participar ativamente dessas definições.

Pondere na escolha do vestido de noiva

Um mini wedding é mais livre em vários sentidos. Isso também vale para a escolha dos vestidos, que vão dos menos tradicionais até os clássicos. Tudo depende do desejo da noiva para o momento.

Essa mesma diretriz serve para o noivo e os padrinhos, mas é importante manter uma boa comunicação para que ninguém fique destoando do estilo definido para o seu casamento.

Invista em uma boa música e trilha sonora

A música também depende muito do que esperar para esse tipo de celebração, assim como o estilo dos noivos e o ambiente escolhido. As opções podem variar de uma banda a um DJ, com hits selecionados pelo casal.

Cabe destacar que existem opções de voz e violão ou até mesmo uma mistura de jazz e bossa nova que costumam ser um sucesso. Lembre-se de que a música garante a alegria de qualquer festa, então, não deixe de investir nisso.

Depois de entender o que é mini wedding e por que ele vem ganhando o coração de muitas pessoas, pondere se esse é o modelo mais recomendado para você. Uma comemoração pessoal, cheia de pessoas próximas e queridas pode ser exatamente o que procura para celebrar o casamento.

E aí, conhece alguns amigos que ainda não definiram o tipo de celebração? Compartilhe este post nas redes sociais e torne a vida deles um pouco mais fácil com nossas dicas!

Nenhum Comentário

Comentar

×